Alex Meyer pede semáforo no cruzamento das avenidas Morenitas com Javier Koelbl

Por Tribuna Popular Publicado em
Alex Meyer pede semáforo no cruzamento das avenidas Morenitas com Javier Koelbl

Local é perigoso para motoristas e pedestres; alunos e usuários de unidades de saúde também são prejudicados

Um dos cruzamentos mais perigosos da região Sul de Foz do Iguaçu poderá ganhar um semáforo e sinalização necessária para evitar os constantes acidentes que estão ocorrendo naquele entroncamento há muitos anos.

A Indicação 230/2021 partiu do vereador Alex Meyer, residente na região do Porto Meira, que conhece os problemas do bairro e busca resolvê-los através de uma parceira muito estreita com a Prefeitura.

O vereador reside no bairro há muitos anos e recorda que, desde a adolescência, vem ouvindo a comunidade reclamar deste cruzamento. “O referido cruzamento configura-se em um espaço viário muito disputado entre os usuários, tanto motoristas como pedestres, e tem sido local de muitos acidentes”, destaca Alex Meyer.

O vereador diz que esse cruzamento representa a extensão de um grande polo comercial, escolas, creches e unidades de saúde, sendo palco de grande aglomeração de veículos e pessoas.

Ele pede que o Foztrans faça um estudo aprofundado para instalar um semáforo moderno e inteligente, que tenha capacidade para dinamizar o trânsito de veículos e pedestres, facilitar o trânsito e evitar acidentes.

Próximo ao cruzamento existem duas grandes escolas (CAIC e JK) e duas unidades de saúde (UPA e Padre Monti), além da Rua Tulipas que também abriga grande tráfego de veículos e pessoas.

Ao justificar seu pedido, o vereador Alex Meyer cita o Código Brasileiro de Trânsito alegando que a sinalização semafórica tem o objetivo de transmitir diferentes mensagens aos usuários das vias públicas de forma a assegurar o bem-estar e a segurança de todos.

Fonte e Foto: Assessoria

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br