Avança projeto do Soldado Fruet que obriga inclusão de aprendizes

Por Tribuna Popular Publicado em
Avança projeto do Soldado Fruet que obriga inclusão de aprendizes

O texto faz duas alterações na Lei 15.608/2007, que estabelece normas sobre licitações, contratos administrativos e convênios no âmbito dos poderes do Estado

A Comissão de Defesa dos Direitos da Juventude da Assembleia Legislativa aprovou, na última quarta-feira (07), o parecer favorável ao Projeto de Lei 385/2019, de autoria do deputado Soldado Fruet (PROS), que obriga as empresas que contratarem com o Estado do Paraná, suas autarquias, empresas públicas e fundações a comprovar o cumprimento das leis e decretos referentes à inclusão do aprendiz.

"O objetivo da proposta é a inserção social dos adolescentes e jovens no mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que garantimos maior efetividade às leis que tratam de contratações de empresas privadas pela administração pública", destacou o Soldado Fruet. A matéria passou na forma de substitutivo geral da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), após receber o aval da Comissão de Indústria e Comércio.

O texto faz duas alterações na Lei 15.608/2007, que estabelece normas sobre licitações, contratos administrativos e convênios no âmbito dos poderes do Estado. Primeiro, para habilitação nas licitações, exige dos interessados documentação relativa ao cumprimento das disposições sobre reserva e contratação de menores aprendizes, nos termos da Lei Federal 10.097/2000. A legislação prevê que estabelecimentos de qualquer natureza são obrigados a empregar e matricular nos cursos oferecidos pelos serviços nacionais de aprendizagem o número de aprendizes equivalente a 5%, no mínimo, e 15%, no máximo, dos trabalhadores existentes em cada estabelecimento, cujas funções demandem formação profissional.

A segunda modificação introduzida pelo PL 359/2019 é estabelecer que a contratação de menores aprendizes se dará mediante apresentação do quadro de funcionários e, respectivamente, com a indicação dos aprendizes no percentual estabelecido pela lei. "Além de fomentar a geração de emprego, trabalho e renda através dos mais diversos programas relacionados à política do trabalho, o Estado do Paraná é um dos maiores, senão o maior gerador de empregos indiretos na iniciativa privada através das contratações, compras e prestação de serviços", afirmou o Soldado Fruet.

Fonte e Foto: Assessoria

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br