Câmara pode aprovar legalização de jogos até o final do ano, diz Vermelho

Por Tribuna Popular Publicado em
Câmara pode aprovar legalização de jogos até o final do ano, diz Vermelho

CASSINOS NO BRASIL

Projeto prevê liberação de cassinos, bingos e jogo do bicho; Governo pode arrecadar R$ 20 bilhões por ano e gerar 700 mil empregos

A Câmara dos Deputados retomou a discussão sobre a legalização de jogos no Brasil. O marco regulatório dos jogos, estabelecido pelo projeto de lei 442/91, está sendo atualizado e modernizado por um Grupo de Trabalho (GT) da Comissão de Turismo, da qual o deputado federal Vermelho é membro efetivo.

O projeto já tem o apoio do presidente Arthur Lira, que criou o GT para agilizar a tramitação. O parlamentar acredita que se tudo correr dentro do previsto, a matéria deverá ser apreciada em plenário ainda este ano.

“Criamos um ambiente positivo para que o marco regulatório dos jogos seja votado e aprovado na Câmara. O Brasil só tem a ganhar com esse projeto”, destacou o deputado Vermelho.

O presidente Bolsonaro e o chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira também são favoráveis ao projeto. “O Brasil pode arrecadar cerca de R$ 20 bilhões por ano em impostos com a legalização dos jogos e isso é fundamental neste momento em que o governo precisa arrecadar mais para manter os programas sociais”, acrescenta o deputado.

Vermelho cita um estudo do Instituto Jogo Legal sobre a geração de empregos com a aprovação do marco regulatório dos jogos. “A pesquisa revela que serão gerados cerca de 700 mil empregos formais e isso é uma soma bastante significativa para um país com milhões de desempregados”.

Fiscalização

O deputado garante que a Receita e a Polícia Federal atuarão com rigor na fiscalização para evitar a sonegação e a lavagem de dinheiro. “O jogo está enraizado em nossa cultura e está sendo praticado na clandestinidade. Com a legalização, o governo vai arrecadar impostos, gerar empregos e os apostadores terão mais segurança”.

Cassino turístico para Foz

Uma das propostas incluídas no marco regulatório segue o modelo norte-americano, onde os cassinos são integrados a grandes resorts. No entanto, essa proposta atenderia apenas grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro.

“Cidades como Foz do Iguaçu deverão ser contempladas com a modalidade de cassinos turísticos, com uma grande estrutura para jogos, anfiteatro e restaurante”.

“Dessa forma nós iremos aproveitar a grande infraestrutura hoteleira já existente para hospedar jogadores e familiares. Com isso iremos contribuir para a recuperação do setor hoteleiro, afetado pela pandemia da covid”, acrescenta o deputado.

Vermelho pretende marcar uma reunião com o trade de Foz do Iguaçu para debater a proposta e levar ao Grupo de Trabalho. “São as lideranças do setor que nos ajudarão a embasar a modernização do projeto”, finaliza.

Fonte e Foto: Assessoria

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br