Ex-candidato a prefeito que "envergonhou o PT" pede desfiliação para não ser expulso

Por Tribuna Popular Publicado em
Ex-candidato a prefeito que

Laranjada

Petistas históricos dizem que ele já vai tarde e o acusam de "laranja" de Chico Brasileiro. "Ele envergonhou o PT usando o partido para conseguir um emprego público"

Enrique Alliana / Jornalista

Em uma nota lacônica e insossa, o ex-candidato a prefeito do PT, Luiz Henrique Dias, pediu sua desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT). Acusado por militantes de ter agido como "laranja" na última eleição, Luiz Henrique estava pela bola 8 e poderia ser expulso do partido.

"Pedi minha desfiliação do PT. A decisão foi tomada por questões internas municipais e nada interfere nas minhas convicções e em minha luta social", escreveu Luiz Henrique nas redes sociais.

"Vou agora me dedicar ao Coletivo de Cidadania, que ajudei a fundar. Agradeço ao PT pelos anos de luta e por Foz. Sigo em frente", acrescentou o rapaz das artes.

Luiz Henrique foi acusado de ser "laranja" durante a última campanha depois que aceitou um cargo de confiança na Câmara de Vereadores, com salário de R$ 10,2 mil por mês. O artista foi indicado pelo vereador Adnan El Sayed e nomeado por meio de uma portaria assinada por Ney Patrício. Os dois vereadores pertencem ao PSD, mesmo partido do prefeito Chico Brasileiro.

"Egoísta e narcisista"

A petista histórica Ivanir Glória de Campos, com 30 anos de militância, era uma das que defendia a expulsão do de LHD partido, mas sabendo que seria uma tarefa difícil, pretendia até se desfiliar. "Fiquei feliz com a decisão dele em deixar o partido. Agora teremos mais ânimo de seguir em frente".

A Professora Iva, como é conhecida, havia concedido entrevista ao Tribuna antes da desfiliação do ex-candidato e disse em alto e bom tom: "Nesta campanha o Luiz Henrique agiu como laranja do prefeito Chico Brasileiro e usou o PT em benefício próprio, foi egoísta e narcisista".

"Uma vergonha"

Outro petista histórico entrevistado pelo Tribuna Popular na semana passada, Marcelino Vieira de Freitas, afirmou que "a candidatura do Luiz Henrique foi uma vergonha para o PT de Foz do Iguaçu".

Marcelino acrescentou que Luiz Henrique "ficou andando de skate em meio a uma pandemia, não teve a mínima legitimidade para representar o PT. Mas o que ele queria ele conseguiu, um cargo na Câmara de Vereadores".

Panos quentes

Em uma discussão com o popular "Latinha", nas redes sociais, o petista "jurássico", Dilto Vitorassi, procurou botar panos quentes na discussão, dizendo que o partido deveria ter lançado apenas candidatos a vereador e somar com outras forças na majoritária.

"Luiz Henrique não quis nos ouvir para defender as bandeiras do partido durante a campanha e falar sobre um projeto de geração de emprego e desenvolvimento. Depois ele aceitou esse emprego na Câmara. Ele deveria ter vindo no partido e dizer que estava desempregado e que precisava viver, mas nem sequer comunicou. Eu não vejo isso como traição e não vou fazer uma caça às bruxas", disse Vitorassi.

Agora é que a porca torce o rabo?

Como fica agora a situação do ex-petista sem o respaldo do PT? Será exonerado da Câmara? Claro que não, pois Luiz Henrique de bobo só tem a cara. Ele sempre serviu nas hostes vermelhas do PCdoB da turma de Bobato e não costuma pregar prego sem estopa.

O ex-candidato do PT está mais tranquilo que água de poço e sabe que não vai levar um laçaço do balde. O "balde" é generoso, tem muitos cargos, sabe enganar muito bem e tem sido PHD em artimanhas políticas.

Se Luiz Henrique for exonerado da Câmara, ele terá um cargo garantido no Palácio das Cataratas, com direito a ar condicionado e uma bela secretária. O rapaz arteiro conhece tim tim por tim tim a rapaziada que domina o paço, com quem sempre esteve ao lado "na luta da cumpanheirada".

E a rapaziada sabe das ligações de Luiz Henrique com o pessoal ligado as lésbicas, gays, bissexuais e trânsgeneros (LGBT). O comandante do palácio tem pavor dessa classe e não quer uma "marcha das vadias" na frente da Prefeitura para pichar as paredes do prédio histórico e jogar, sabe lá o que, em seu possante veículo.

Fonte: https://jtribunapopular.com.br/uploads/files/2021/04/jornal-tribuna-popular-edicao-299-pdf-1618256675.pdf

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br