Formula 1: Verstappen vence caótico GP de Ímola, mas Hamilton continua na frente

Por Tribuna Popular Publicado em
Formula 1: Verstappen vence caótico GP de Ímola, mas Hamilton continua na frente

Holandês cruzou linha de chegada 22 segundos à frente do britânico

Max Verstappen, da Red Bull, venceu um caótico Grande Prêmio da Emilia-Romanha em Ímola neste domingo 18 de abril de 2021, com Lewis Hamilton terminando em segundo lugar pela Mercedes e retomando a liderança do Mundial de Pilotos com um único ponto de vantagem. 

A vitória, por dominantes 22s na bandeira quadriculada, foi a 11ª da carreira do jovem holandês.

“Foi um desafio grande, especialmente no começo, para ficar na pista, para ser honesto, estava muito escorregadia”, disse ele, sobre a corrida que começou com a maioria dos pilotos usando pneus intermediários, mas alguns com pneus de chuva. “Acho que administramos bem.”

Hamilton, vencedor da primeira etapa da temporada no Bahrein, levou um crucial ponto de bonificação por ter feito a volta mais rápida em uma montanha-russa de emoções após a corrida do heptacampeão mundial ter sido destruída por um raro erro.

O britânico começou a corrida na pole position, pela 99ª vez, mas caiu de segundo para nono após passar pela brita e bater na barreira de proteção da curva Tosa. Seu carro chegou a ficar parado e parecia que ele teria que abandonar a prova.

Ele manteve o motor funcionando, engatou a marcha ré, retornou aos boxes e lutou para voltar ao pódio com uma corrida de recuperação após a etapa ser paralisada e reiniciada quando estava na metade.

“Não foi o melhor dia do mundo para nós, foi a primeira vez que eu cometi um erro em muito tempo. Mas estou grato por ter conseguido terminar a corrida”, disse Hamilton.

Lando Norris, da McLaren, completou o pódio, na primeira vez em que dois pilotos britânicos subiram os degraus ao mesmo tempo desde 2012.

Hamilton agora tem 44 pontos contra 43 de Verstappen. Norris soma 23. A Mercedes ficou na liderança do Mundial de Construtores, com 60 pontos, contra 53 da Red Bull.

Verstappen assumiu a liderança na segunda curva da primeira volta, com uma grande largada a partir do terceiro lugar do grid, mas fazendo contato com a Mercedes ao passar à frente.

A corrida foi interrompida pelos destroços de uma grande colisão entre o companheiro de equipe de Hamilton, Valtteri Bottas, que havia largado em oitavo lugar, e George Russell, da Williams, na volta 32, na liga pelo nono lugar.

Houve muito caos antes disso, com o canadense Nicholas Latifi batendo sua Williams nas barreiras de proteção e com muitos outros carros rodando.

Charles Leclerc, da Ferrari, terminou em quarto lugar, o seu companheiro espanhol Carlos Sainz ficou em quinto, e Daniel Ricciardo, da McLaren, em sexto.

O canadense Lance Stroll foi o sétimo colocado com a Aston Martin. Pierre Gasly, da AlphaTauri cruzou a linha de chegada em oitavo lugar e Kimi Raikkonen foi nono pela Alfa Romeo.

O francês Esteban Ocon levou o último ponto, pela Alpine.

Fonte e Foto: Agencia Brasil

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br