Foz do Iguaçu é modelo em imunização contra a Covid-19 no Estado do Paraná

Por Tribuna Popular Publicado em
Foz do Iguaçu é modelo em imunização contra a Covid-19 no Estado do Paraná

SAÚDE

Foi a primeira cidade do Estado a adotar o agendamento online e já chegou a aplicar dose mil dozes em um único dia e quase vinte mil no final de semana

A disponibilidade da equipe e a metodologia desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde foram determinantes para iniciar a retomada da economia.

Com 79,2% da população imunizada pela primeira dose contra a Covid-19, a Secretaria Municipal da Saúde de Foz do Iguaçu começou o mês de agosto com vacinação para pessoas de 25 anos. A agenda abriu na segunda-feira (02), após receber mais 3.500 doses no final de semana. A vacinação com a nova remessa começou três horas após o link ter sido disponibilizado no site da prefeitura.

No Paraná, o município é modelo de organização e rapidez na imunização da população. Foz foi a primeira cidade do Estado a adotar o agendamento online e já chegou a aplicar 12 mil dozes em um único dia. A disponibilidade da equipe de Saúde e metodologia desenvolvida tem sido determinante para a retomada da economia de um dos principais destinos turísticos do País.

Desde janeiro deste ano, já foram aplicadas 210.838 doses. Dessas, 157.073 são relativas à primeira dose; 46.959 a segunda e 6.806 pessoas foram vacinadas com dose única. A expectativa da secretaria Municipal de Saúde é chegar o quanto antes com 100% da população imunizada, caso seja mantida a programação de remessas pela Secretaria Estadual da Saúde.

“Quando chega vacina, iniciamos imediatamente a imunização”, disse a secretária de Saúde do Município, Rosa Jeronymo. “Nossa equipe está preparada e com os servidores prontos para trabalhar no momento que as doses chegam à cidade. Criamos um fluxo organizado e ágil para não se perder tempo. Confiamos na vacina como único instrumento de imunização”, explicou a gestora ressaltando a eficiência da equipe de vacinação.

ORGANIZAÇÃO

Para alcançar esse patamar de excelência em imunização durante a pandemia do coronavirus, a gestão municipal percorreu um longo caminho junto ao Ministério da Saúde. Em fevereiro, iniciaram-se as tratativas que garantissem doses extras para o município que faz fronteira com a Argentina e Paraguai. Milhares de residentes e trabalhadores do país vizinho circulam diariamente pela Ponte Internacional da Amizade, além de caminhoneiros que trafegam pela Ponte Tancredo Neves, fator que acelera o índice de transmissão do vírus.

Durante o mês de julho, Foz do Iguaçu recebeu 37.885 doses que foram aplicadas em apenas uma semana e a paisagem da cidade mudou. A queda das taxas de ocupação dos leitos hospitalares permitiu afrouxar gradativamente as restrições sanitárias. O calendário de eventos coorporativos pode ser antecipado, bares, restaurantes e hotéis voltaram a atender um público maior e a cidade está voltando aos poucos a sua normalidade.

A possibilidade – não aventada – de atraso nas próximas remessas é o único entrave para a imunização completa dos iguaçuenses. Nos últimos dez dias, foi mantido apenas a aplicação de segunda dose. Foz do Iguaçu voltou a receber vacina que possibilitasse ampliar a faixa etária, apenas neste final de semana. Apesar do número reduzido (3.500), novamente a equipe da SMSA agiu rápido e abriu o agendamento poucas horas depois. Até o fechamento da edição, ainda não havia levantamento do número de doses aplicadas. A vacinação segue nesta terça-feira (03), com o esgotamento da primeira dose.

SMSA aguarda nova remessa das doses extras

O sucesso da campanha e a ampliação da faixa etária devem-se os envio de maior quantitativo enviado ao município desde o início da vacinação, em janeiro. Os imunizantes integraram o lote entregue pelo Ministério da Saúde ao Governo do Estado. Destas, 45 mil foram destinadas exclusivamente as cidades de fronteira – Foz do Iguaçu, Guaíra, Santo Antônio do Sudoeste e Barracão.

A chegada de doses extras a atende a uma reivindicação do prefeito Chico Brasileiro, que é vice-presidente da Frente Nacional dos Prefeitos, e da secretária de Saúde Rosa Maria Jerônymo que desde fevereiro estão solicitando ao Ministério da Saúde um maior quantitativo para a região. O reforço foi confirmado no dia 07 de julho pelo Ministério e enviado então pelo governador Ratinho Junior.

Com a chegada do imunizante, o município aplicou quase vinte mil doses naquele final de semana (12 mil num único dia), sem aglomeração. Agora, aguarda o envio do segundo lote para concluir. A expectativa é receber ao todo 90 mil doses extras, quantitativo suficiente para vacinar com a primeira dose toda a população adulta cima de 18 anos. “Estamos muito felizes em ver nossa solicitação atendida e reforçamos o compromisso de continuar trabalhando para retomar nossas vidas. Temos uma equipe muito capacitada e prestativa que está se dedicando a essa missão”, afirmou Rosa.

Fonte: https://jtribunapopular.com.br/uploads/files/2021/08/jornal-tribuna-popular-edicao-307-pdf.pdf

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br