Ministério deveria ouvir paranaenses, não pedageiras, critica Soldado Fruet

Por Tribuna Popular Publicado em
Ministério deveria ouvir paranaenses, não pedageiras, critica Soldado Fruet

Na audiência pública realizada nesta sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021 pela Frente Parlamentar sobre o Pedágio em Francisco Beltrão, o deputado estadual Soldado Fruet (PROS) elogiou a união de políticos e da sociedade organizada do Paraná contra o modelo proposto pelo Governo Federal para as novas concessões rodoviárias no Estado, mas repudiou o acordo de cooperação técnica feita pelo Ministério da Infraestrutura com a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR).

“Todos nós juntos faremos a diferença. O esforço que a Assembleia Legislativa está fazendo para livrar o Paraná desse mal chamado pedágio, eu tenho certeza, trará resultados positivos”, enfatizou o Soldado Fruet, em sua participação remota. “Quem acompanha meu trabalho sabe da minha posição em relação ao tema pedágio: sou contra novas praças, isso está fora de qualquer cogitação. Eu sou favorável a uma renovação a preço justo, sem falar em outorga. Falamos aqui em menor preço, acompanhado das obras necessárias”, reiterou.

Embora esperançoso com o trabalho feito pela Frente Parlamentar, o deputado do PROS se disse preocupado com a notícia do convênio celebrado pelo Ministério da Infraestrutura com a ABCR para elaboração de estudos técnicos em dez diferentes eixos para aprimorar o modelo de concessões rodoviárias no País. “O Ministério deveria ouvir os parlamentares, que são representantes da população, os empresários, os comerciantes, os agricultores, e não a associação das pedageiras”, analisou. Para ele, “é como colocar uma raposa para cuidar do galinheiro”.

“Senhoras e senhores, vamos fazer nossa voz crescer, tomar proporção para sensibilizar o Governo do Estado a cancelar qualquer implantação de novas praças e sensibilizar o Governo Federal que o melhor e único modelo que nós, paranaenses, vamos aceitar é o de menor preço, porque no Paraná quem manda são os paranaenses”, concluiu.

Fonte e Foto: Assessoria

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br