Soldado Fruet defende que o povo opine sobre novo modelo de pedágio

Por Tribuna Popular Publicado em
Soldado Fruet defende que o povo opine sobre novo modelo de pedágio

Na reunião da Frente Parlamentar sobre o Pedágio no dia de ontem, terça-feira 26 de janeiro de 2021, o deputado estadual Soldado Fruet (PROS) defendeu a importância da realização de audiências públicas pela Assembleia Legislativa (ALEP) para que a população possa opinar sobre o novo modelo de pedágio para as rodovias do Paraná, apresentado pelo Governo Federal. “Estamos levando a discussão pelo caminho técnico e através dessas audiências vamos mostrar que a Frente Parlamentar não é de oposição, mas do povo, que não aguenta mais praças de pedágio com esses valores absurdos”, afirmou.

“Aqui na Região Oeste está tendo uma movimentação muito grande”, destacou o Soldado Fruet. Por conta da mobilização de entidades de classe e da sociedade organizada, ele ressaltou a necessidade de serem feitas reuniões para debater as novas concessões em Foz do Iguaçu e Cascavel. “São duas cidades muito importantes, mas apesar de serem próximas, são economias distintas e ambas serão afetadas pela questão do pedágio”, enfatizou. Segundo o deputado, em Foz o impacto das altas tarifas é sentido pelos setores de turismo e transportes. Já em Cascavel, apontou, “o agronegócio será muito prejudicado com mais praças de pedágio e o sistema de outorga”.

Os integrantes da Frente aprovaram a inclusão de Foz do Iguaçu e Cascavel no rol de audiências públicas que serão organizadas pela ALEP em cidades abrangidas pelas novas concessões, já a partir do próximo mês de fevereiro, reunindo prefeitos, associações comerciais, sindicatos, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ministério Público e a população em geral. “O que nós queremos aqui é o bem do povo. Tem oposição, situação e deputado independente, como eu, todos juntos com um único objetivo: que o pedágio tome outra direção no nosso Estado", enfatizou o Soldado Fruet. 

De acordo com ele, as manifestações recebidas nas audiências ajudarão os deputados indecisos a se posicionar em relação ao modelo de licitação com taxa de outorga – como pretende o Ministério da Infraestrutura – e a decidir seu voto nos projetos de lei que tratam do tema na Casa. Já foram colhidas as 18 assinaturas necessárias para que tramite em regime de urgência, após o reinício dos trabalhos legislativos, o Projeto de Lei 599/2020, assinado por 38 deputados, entre eles o Soldado Fruet, que proíbe a concessão de novos pedágios que não sejam pelo critério da menor tarifa.

Fonte e Foto: Assessoria - Dálie Felberg/ALEP

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br