Vítima diz que grupos terroristas financiaram campanha de Adnan para vereador

Por Tribuna Popular Publicado em
Vítima diz que grupos terroristas financiaram campanha de Adnan para vereador

TERRORISMO

Mulher que denunciou violência doméstica diz que a campanha do vereador teve apoio do Hesbollah e se coloca a disposição da PF para formalizar a denúncia

Enrique Alliana / Jornalista

Em seu perfil no Facebook, Sheila Ghazzaoui Akl diz que é refugiada de guerra e que retornou ao Brasil em um avião da Força Aérea Brasileira. Ela chegou a produzir um vídeo caseiro com acusações gravíssimas contra o vereador Adnan El Sayed. Sheila diz que "pessoas ligadas ao terrorismo financiam a campanha de Adnan".

"Temos informes que têm pessoas deles por aqui também, tríplice fronteira, grupo do crime organizado no Brasil. Eles são unidos. Podem não ser muito organizados", escreve Sheila.

"Financiado pelo Hezbollah, sim!!! E levarei verdades do tempo que esteve comigo. Infelizmente quem fez vídeo foi alguém que não soube diferenciar sunitas X xiitas e colocou a foto de bin Laden . A foto era para ser do Hassan Nasrallah. Mas cabe uma investigação da P.F, eu darei meu depoimento", acrescenta Sheila.

Ela também cita o diretor da Prefeitura Jihad Abu Ali, como "coordenador e maior doador de campanha, genro de Sael Atari, considerado o braço direito do Hezbollah". Jihad é palestino e pertence ao grupo do secretário Nilton Bobato.

Um vídeo explosivo com acusações gravíssimas contra o vereador

No vídeo gravado e nas postagens na internet Sheila Akl revela um perfil de Adnan el Sayed nada condizente com o cargo de vereador. Tribuna transcreve os trechos principais:

"Adnan prega valores, a família, o casamento, as causas sociais. Estas maquiagens escondem a verdade. Adnan engravidou uma jovem brasileira e a abandonou pelo simples fato de ser brasileira. E para sua família, todas as brasileiras são putas".

--------

"Ele me trouxe transtornos físicos e psicológicos. O que fez com outras fez a mim também. Transtornos depressão e lágrimas…Esse vídeo representa bem a mesma situação que vivi".

--------

"Quero ver quem ou o que vai calar minha boca. Digo e repito e falarei muito mais coisas que sei que as câmeras não flagraram! Sou Ghazzaoui Akl, sou mulher resistente. Canalha, demagogo como este terá o seu julgo".

---------

"Adnan sempre foi bêbado e drogado nas baladas em Curitiba. O estimado Sheik Prof. Milany tentou fazer dele gente. Só tentou, pois, não conseguiu".

-------

"Enquanto aqui em Foz o irmão do pai de Adnan queimou todas as roupas da esposa na rua. Seu machismo tem herança hereditária e seu mal proceder pela capa de religioso que tenta vestir não lhe cai muito bem".

----------

"Al hamdulillah a Justiça dos Homens e de Allah se cumpram. Que o canalha do Adnan entenda que mulher deve ser respeitada! Ser humano dessa estirpe não pode nos representar".

Fonte: https://jtribunapopular.com.br/uploads/files/2021/06/jornal-tribuna-popular-edicao-305-pdf.pdf

Galeria de imagens:

Atenção!

A reprodução das fotos do portal de notícias Tribuna Popular com endereço digital jtribunapopular.com.br está expressamente proibida.

As fotos são protegidos pela legislação brasileira, em especial pela Lei de Direitos Autorais (Lei Federal 9.610/98) e é um direito de imagem garantida pela lei.

A Tribuna Popular retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a lei 9.610 de 19/02/1998.

Para a reprodução do conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail jtribunapopular@bol.com.br